GDF OFERECE 1,2 MIL VAGAS PARA CURSOS DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL

Entre as opções, confecção de vestuário, acessórios e materiais esportivos, sistemas de painéis solares, jardinagem e construção civil

As inscrições para o Centro de Capacitação Profissional, da Fábrica Social, estão abertas para moradores do Distrito Federal. São oferecidas 1,2 mil vagas e formação de cadastro de reserva para os cursos de confecção de vestuário, acessórios e materiais esportivos, sistemas fotovoltaicos (painéis solares), jardinagem e cultivo de alimentos, marcenaria sustentável e construção civil.

Para participar, além de possuir informações atualizadas no Cadastro Único de Programas Sociais do governo federal (CadÚnico), é preciso residir no DF, ter renda familiar per capita de até R$ 178, idade mínima de 16 anos (completados até 27/05/19) e não ter participado de nenhum processo de capacitação e qualificação da Fábrica Social. Os cadastros serão feitos até 9 de maio, por meio do telefone 0800 645 9445, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira; e, aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h.

A distribuição das vagas ocorrerá da seguinte forma: 85%, para cadastro geral; 5%, para pessoas com deficiência; 5%, para idosos (idade igual ou superior a 60 anos, completados até 27/05/19) e 5%, para adolescentes em conflito com a lei (a partir de 14 anos completos e 18 anos incompletos, ambos até 27/05/19) que já cumpriram medida socioeducativa ou que a estejam cumprindo, em regime semiaberto ou aberto.

Matrículas

O sorteio dos candidatos acontecerá em 13 de maio, por meio de sistema informatizado. A lista contendo a relação dos sorteados será publicada no site da Secretaria de Trabalho (www.trabalho.df.gov.br) até o dia 21. De 22 a 28 de maio, os candidatos deverão agendar a matrícula pela Central Codeplan.

Presencialmente, as matrículas poderão ser feitas a partir de 27 de maio, de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 14h30 às 16h30, mediante apresentação dos seguintes documentos originais: número de Identificação Social e Cadastro Único Atualizado (NIS); CPF (do candidato sorteado); RG; Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); comprovante de residência atualizado; comprovante de escolaridade. O início das aulas está previsto para 10 de junho.

Conforme o desempenho no processo formativo e na produção, o aluno receberá uma bolsa de R$ 426, já incluídos os auxílios alimentação e transporte.

Para o próximo processo seletivo, o programa terá uma novidade. Os alunos com melhor desempenho vão passar por uma etapa de inspeção – uma espécie de estágio – nas empresas de vestuário. (Com informações da Secretaria de Trabalho do Distrito Federal)

Brasília, Oportunidades

Deixe uma resposta